Elekfantz

No verão de 2012, um single lançado somente em vinil em edição limitada causou impacto na cena eletrônica internacional. A música foi descoberta por grandes blogs e conquistou centenas de milhares de ouvintes em todo o mundo depois que um fã digitalizou o disco e publicou na internet. “Wish” (FM X / Wish 001) veio assinada por um nome até então desconhecido pelos amantes das pistas e foi produzida em homenagem a Muddy Waters, o músico lendário que eletrificou o blues e influenciou inúmeras bandas, de Led Zeppelin a Depeche Mode. Especulações sobre a verdadeira identidade correram soltas até que o nome Gui Boratto foi trazido à tona pelos fãs e pela imprensa especializada. A ironia é que foi realmente ele quem os ouviu pela primeira vez e meses depois se tornou seu colaborador e empresário. Levantando a cortina, Gui revelou dois artistas extremamente talentosos: Elekfantz, formado por Daniel Kuhnen e Leo Piovezani, que se conheceram há mais de duas décadas, quando eram adolescentes e tocaram juntos em uma banda de blues. Leo continuou sua carreira como músico profissional, tornou-se baterista, cantor e compositor e tocou com alguns dos maiores artistas do Brasil em quase 20 anos de carreira. Daniel seguiu outro caminho artístico, cresceu no templo da música eletrônica na América do Sul e mais tarde tornou-se DJ residente e herói local. Caminhos opostos que se cruzaram novamente para criar o “power duo” eletrônico.

Lançamentos

Elekfantz
Blush (Vintage Culture Remix)
Elekfantz
Blush